Mudança de sonoridade

Por motivos mais que óbvios, até porque é esquisito ler um poema de David Mourão Ferreira ao som de uma Sharley Bassey, tivemos que mudar de sonoridade repentinamente aqui no lugar do Mocho, e depois, depois hoje todo o meu conforto vai para a minha querida Vespinha de asas de seda que bem está precisada de colo e muito mimo. por isso aqui está um dos seus cds preferidos.

Só para ti minha querida para que as lágrimas te possam cair ao som desta tranquilidade que embora breve no ouvido será eterna na alma.


tarde

1 comentários:

Vespinha disse...

Pois Mochinho,são das sonoridades variadas enquadradas ao momento vivido.
Amanhã é outro dia e com a lagrimita já enxuta, a vida é para ser enfrentada de cabeça erguida!

O teu carinho não tem preço!

Beijinho da Camarada Vespinha!

Blog Widget by LinkWithin