Abandono

Para a minha querida Vespinha como forma do meu colo e do meu consolo neste dia tão triste para ela. Para o meu Caracol que tanto gostou da poesia de David Mourão Ferreira.

Cá vai o poema que melhor pode retratar a partida do dirigente histórico do PCP. Um Homem das letras e das artes e que acima de tudo nunca vacilou os seus ideais.

Para ti Vespinha com todo o meu carinho.
Para ti Caracol com todo o meu amor

Abandono

Por teu livre pensamento
Foram-te longe encerrar.
Tão longe que o meu lamento
Não te consegue alcançar
E apenas ouves o vento
E apenas ouves o mar.

Levaram-te a meio da noite:
A treva tudo cobria.
Foi de noite, numa noite
De todas a mais sombria.
Foi de noite, foi de noite,
E nunca mais se fez dia.

Ai dessa noite o veneno
Persiste em me envenenar.
Oiço apenas o silêncio
Que ficou no teu lugar.

Ao menos ouves o vento!
Ao menos ouves o mar!

David Mourão Ferreira

1 comentários:

Vespinha disse...

Mocho amigo,as tuas palavras sabem-me muito bem!

Mourão Ferreira,Eugénio de Andrade,Natália Correia,Ary dos Santos,Zeca Afonso,Adriano Correia de Oliveira e o Camarada!
Imagino-os hoje em grande tertúlia e a matar saudades!

Um beijinho muito grande

Vespinha

Blog Widget by LinkWithin