A Psicanálise de...Amália





Gaston Bachelard psicanalizou o fogo; Bettelheim psicanalizou os contos de fadas; Freud psicanalizou a vida de Da Vinci, o Mocho Falante decidiu psicanalizar Amália Rodrigues.


Esta semana descobri que até a nossa mais que tudo Amália Rodrigues, a vos d’oiro deste cantinho à beira mar plantado, até ela ensandeceu e teve momentos em que os alqueires mal medidos vieram à tona.

Na década dos anos 80 a sócia juntou-se ao finado Paião e grava esta pérola um ícone da filosofia lusa que ilustra bem o nosso sonho da exploração espacial, e claro não poderia haver mais ninguém que desse voz a esse hino, a nossa musa canta assim “O Senhor Extraterrestre" e nós por aqui tentamos dar sentido à letra, senão vejamos:

Vou contar-vos um história
que não me sai da memória,
foi pra mim uma vitória
nesta era espacial.



Ora aqui está a referência ao sonho luso da conquista espacial tuga.



Noutro dia estremeci
quando abri a porta e vi
um grandessíssimo ovni
pousado no meu quintal.

Esta bela estrofe de cariz profundo poético, dá-nos a conhecer e a confirmar por cândidas palavras que Amália era aficcionada pela ginjinha matinal, mais conhecida pelo povo de mata bicho.



Fui logo bater à porta,
veio uma figura torta,
eu disse: se não se importa poderia ir-se embora,
tenho esta roupa a secar e ainda se vai sujar
se essa coisa aí ficara deitar fumo pra fora.

Pois de facto veio a figura torta, sinal evidente de que já haveria um copito a mais, um descontrolo certamente nas medidas da manhã.




E o senhor extraterrestre
viu-se um pouco atrapalhado,
quis falar mas disse pi,
estava mal sintonizado.
Mexeu lá o botãozinho e pôde contar-me então
que tinha sido multado por o terem apanhado
sem carta de condução.

Na sua atitude conservadora e ligada à tradição, Amalía apenas via a RTP, daí a alusão ao famoso Pi do extra terráqueo que mais não é do que o som de fim de emissão do canal 1, ora mexer no botãozinho é clara evidência que algúem se aproveitou de um momento de fraquesa da cantora e num momento de distracção mudou a tv para a TVI onde Manel Luis Goucha relatava histericamente uma história cómica/trágica de alguém que levou nas ventas uma multa gigante por excesso de tintol no bucho.





O senhor desculpe lá,
não quero passar por má,
pois você onde está
não me adianta nem me atrasa.

É evidente que não adianta nem atrasa porque certamente Amália confundiu o tanque da roupa com o ser extra terrestre.



O pior é que a vizinha
que parece que adivinha
quando vir que estou sozinha
com um estranho em minha casa.

Sua maluca hein…fantasiosa esta Amália…adiante



Mas já que está aí de pé
venha tomar um café,
faz-me pena, pois você
nem tem cara de ser mau

Primeiro medo da língua viperina da vizinha do segundo esquerdo, mas depois cheirou-lhe a festa e vai logo de convidar o sócio para um cafezinho e claro…a ginjinha.



e eu queria saber também
se na terra donde vem
não conhece lá ninguém
que me arranje bacalhau.

Mais uma referência à tradição lusa…o Bacalhau…de facto nos anos 80 houve uma crise no mercado do bicho, mas daí a querer explorar o Ser imaginário que agora tinha acabado de conhecer é demais.



E o senhor extraterrestre
viu-se um pouco atrapalhado,
quis falar mas disse pi,
estava mal sintonizado.
Mexeu lá no botãozinho,
disse para me pôr a pau,
pois na terra donde vinha
nem há cheiro de sardinha
quanto mais de bacalhau.

Disse-me para me por a pau…ah pois é, está cá a parecer-me que, ou a Amália até ao fim da canção vai levar uma tampa ou o extra terrestre vai acabar por dizer que é gayzola





Conte agora novidades:
É casado? Tem saudades?
Já tem filhos? De que idades?
Só um? A quem é que sai?
Tem retratos com certeza,mostre lá? Ai que riqueza,
não é mesmo uma beleza,tão verdinho? sai ao pai.

Pronto a hipotese gayzola está posta de lado, mas já vai dizendo que tem uma carradona de bocas para alimentar, daí a história de que lá do seu sitio não há cheiro a sardinhas nem a bacalhau…su su abelhum.



Já está de chaves na mão?
Vai voltar pro avião?
Espere, que já ali estão umas sandes pra viagem

e vista também aquela camisinha de flanela
pra quando abrir a janela
não se constipar com a aragem.

Lá está, pegou na sande de coirato e na mini preta e dá de fuga como o bezuga não vá a sócia ter um desvario maior e saltar-lhe para cima e afinal ele…é apenas o tanque da roupa lá do quintal.



E o senhor extraterrestre
viu-se um pouco atrapalhado,
quis falar mas disse pi,
estava mal sintonizado.
Mexeu lá no botãozinho
e pôde-me então
dizer que quer que eu vá visitá-lo,
que acha graça quando eu falo
ou ao menos pra escrever.

E assim deu de frosques como o Robin dos Bosques, deixou à mão as gotas bem visíveis para os equilíbrios e tonturas da nossa diva




E o senhor extraterrestre
viu-se um pouco atrapalhado,
quis falar mas disse pi,
estava mal sintonizado.
Mexeu lá no botãozinho
só pra dizer: Deus lhe pague.
Eu dei-lhe um copo de vinho
e lá foi no seu caminho
que era um pouco em ziguezague.

Para quem foi multado por falta de documentos, fez a Amália muito bem em dar-lhe um copo de vinho, aqui uma clara alusão à prevenção rodoviária portuguesa e ao contributo da engorda da conta bancária do Estado...esta mulher pensava em tudo carago.

Aqui vos deixo então esta pérola da música portuguesa, cantada pela MAIOR artista de Portugal e só pela sua voz magnifica é que conseguimos manter a música a tocar porque a nossa saudosa Amália até PIMBA sabia cantar e bem…

25 comentários:

Luciana disse...

Onde é que o krido desencanta estas coisas??
Diga lá se fax favô, minha Maria adoroue.

alexia disse...

Bem...:))), confesso que me surpreendi com esta pérola da "nossa" Amalia.
Julguei sempre o Cid e as suas favas com chouriço o expoente das "bizarrices" musicais mas parece que me enganei:))

Fixe...descomprimi uma tensãozita que tinha infiltrada:)

Beijoca

wind disse...

Gargalhadas, fizeste-me chorar de tanto rir:)))
Genial a tua análise psicológica, parabéns:)))
Beijos

Entre linhas... disse...

Bem um texto super divertido,bem ironizado na medida exacta.
Bom Domingo
Bjs Zita

Hindy disse...

Lol
Não fazia a mínima ideia que a nossa Amália cantava coisas assim...

Beijinho hindyado

Alien8 disse...

Lolololol!

Atenção, para quem se sinta tentado, aviso já que não foi nada comigo! Aliens há muitos :)))

Bem psicanalisado, amigo Mocho Falante!

Nem falta a tradicional hospitalidade portuguesa, o vinhito, as referências culturais (sardinha, bacalhau, farnel, flanela, etc....) :)))

Ai, a Amália! Perdoa-se-lhe tudo, é bem verdade.

Um abraço.

Miguel disse...

E esta hein como diria Fernando Pessa ...!

Só tu mesmo para colocares um post destes ...!

Parabéns pela composição e pela sua capacidade de fazer rir ...!

Uma Boa Semana!
Um abraço da M&M & Cª!

Cila disse...

mocho

uma delicia....:).
este brilhozito do antigamente;)

beijokas e boa semana

mjf disse...

Ólá Mocho!
Veja lá, se fossem falar porque a mulher cantou "O Senhor Vinho", vem agora comentar uma canção do Paião. E porque não o O'Neill?! ou Pedro Homem de Melo ou Ary dos Santos, todos eles grandes praticantes do desporto liquido...Estes não eram Pimba,mas não lhes faltavam problemas!!!
A canção não é da Amália, tão pouco a letra. Como é que uma letra do Paião nos indica a psique da Amália?
Peço desculpa hoje estou muito sarcastica( mas quando se fala da AMÀLIA fico assim)
Boa semana

Pitanga disse...

Olha, quando escreves coisas assim não te fica o risador aberto? heheheh

Maria Clarinda disse...

Adorei!!!!!!
Jinhos grandes!!!!

aDesenhar disse...

esta é boa pra animar a 2ª feira.
heheheheh
:-))))))))))
abraço

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

eheheheeh Quem diria hein?

Mocho Falante disse...

ó cara amiga mjf, não fique assim tão irritada, afinal de contas a nossa Amália é a nossa diva mas não se escapa do nosso humor, aliás ela era doida por uma boa piada... por isso não fique assim e cante connosco esta pérola amaliana lool

Belzebu disse...

Rendo-me perante a versatilidade da nossa Amália!

Eu sabia que ela era dada ao copito e aos barbitúricos, mas desconhecia esta capacidade de interagir com tanques de roupa vestidos de aliens. Muito mais haveria a dizer da nossa diva, mas fico-me por um sonoro...pi!!!

eheheh!! Uma verdadeira preciosidade, este som!

Aquele abraço infernal!

Marco Ferreira disse...

Já tinha ouvido esta preciosidade.

Uma novidade musical no reportório de uma grande fadista.

marinheiroaguadoce a navegar

Bxana disse...

AH AH AH!

Mochito, obrigada por postares isto. Está divinal!=)

Miaus!!!

turbolenta disse...

Confesso a minha total ignorância. Nunca tinha ouvido a Amália a cantar este poema do Carlos Paião. Sabia que ele escrevia canções "brincalhonas" mas para a nossa diva do fado...desconhecia.

Mas onde é que o menino descobriu esta pérola musical? A sério.... isto está gravado?
boa semana

catarina disse...

Até os melhores tem dias assim :):)

Mas enfim, pelo menos mostra um lado humano que lhe desconhecia!

Bjtos!!

irneh disse...

Eu gostava do jeito brincalhão do Carlos Paião e adorei a tua psicanálise. Abre consultório porque tens gente que vai logo lá: o Toy, a Romana, o José Cid, etc!

E com a leitura do teu post e comentários já é a 3ª vez que oiço a canção. Não fiquei enjoada, mas ri bastante.

Beijinhos

Kalinka disse...

AMIGO MOCHO

ESTÁ O MÁXIMO...Lá está, pegou na sande de coirato e na mini preta e dá de fuga como o bezuga não vá a sócia ter um desvario maior e saltar-lhe para cima e afinal ele…é apenas o tanque da roupa lá do quintal...
ESTOU A CHORAR DE TANTO RIR...

E, tu quase de abalada para mais um período de férias, pois é!!!
Beijitos.

Abelhinha disse...

Lindo!

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Vim aqui a correr deixar uma enorme beijoca repenicada e desejar umas excelentes férias.

GMT

th disse...

Conhecia, já tinha ouvido.
É prova provada de que Amália sabia como ninguém brincar com as palavras e dar-lhes aquele tempero bem portuga...lol

Angela disse...

Amei esta expressão!

"teve momentos em que os alqueires mal medidos vieram à tona".

Uma delicia esta sua psicanálise da Amália mas nem posso crer que tenha sido uma musica gravada a sério... é assim?
boas férias, descanse e volte logo.

Blog Widget by LinkWithin