Abriu-se a porta do Armário


Percebemos que quando alguém recebe um pedido de casamento, é natural que não se dê logo resposta, há que pensar, afinal de contas é um passo importante. Agora o inédito é quando a resposta não tem de ser dada por nenhum dos noivos mas sim pelo conservador.

Foi o que aconteceu, as beldades que hoje tentaram casar vão ter de esperar pelo SIM do senhor conservador, que só amanhã é que vai dar a resposta às miúdas deixando-as num estado de ansiedade quase apocalíptico. O que vale é que receberam como prenda de casamento uma popularidade jornalística imensa e uma ida ao Jornal da Noite da TVI para darem uma entrevista digna do mais fino pé de chinelo.

Coitadas das miúdas abandonadas por toda uma sociedade, não têm amigas ou amigos, porque as deixaram sozinhas no mundo pelo facto de se amarem profundamente. Questiono-me eu então, mas que raio de amizades é que estas raparigas tinham, mas adiante.

Represálias? Sim imensas…dizem elas, como por exemplo o facto de irem a uma entrevista de emprego as duas de mãos dadas, num love imenso e depois acharem estranho que o Departamento de pessoal as mandasse bugiar. Ora minhas amigas, quando se vai a uma entrevista de emprego, não se leva o apêndice atrás. Imaginem lá irmos todos às entrevistas de emprego de mãozinha dada com o/a nosso/a parceiro/a, e já agora a responder alternadamente às questões que nos colocam…queridas ele há mínimos.
but-gay-marriage-p-300

Miudas respeito, acima de tudo há que impor respeito e isso tem a ver com a nossa atitude perante as nossas escolhas, e assim sendo dando-nos ao respeito ninguém terá a coragem de nos enfrentar e se o fizer atreve-se a ouvir aquilo que não espera e que não quer.

Admito que a coragem das mocinhas foi enorme, um Get Out of the Closet pouco comum no nosso país, mas claro, abriram a boquinha e só saiu disparate…

Se querem saber, não tenho nada contra o casamento entre pessoas do mesmo sexo!!! Não tenho e assumo aqui publicamente, que cada uma dirige a sua vida como quer. Os direitos foram criados para todos e faço força que o casamento se dê, mas agora por favor, só vos peço uma coisa… quando a TVI vos convidar na altura das bodas de prata, vejam lá o que é que dizem porque afirmar que foi despedida porque a freguesia do café onde trabalhava foi toda para a taberna da esquina pelo facto da piquena viver com outra miuda, pode não ser verdade, se calhar o problema era o pastel de bacalhau que vendia tinha mais batata do que o fiel amigo.

Minhas queridas, amem-se à vontade por muitos anos, mas nunca, nunca queiram ser relações públicas ou porta-voz de movimento algum, deixem-se estar no back stage porque já bastou por esta vez estarem expostas à luz de 25 watts da Ribalta.

É que no Tempo da Rosa Lobato Faria
Não havia tanta Baixaria

PS: Agradeço ao meu caracol preferido a dica para a banda sonora deste post

40 comentários:

Abelhinha disse...

E convém não esquecer que em Lisboa, sim em Lisboa, por entrarem no autocarro de mãos dadas saiu toda a gente na paragem seguinte! Lol! Estou mesmo a imaginar o 27 no Largo do Rato a ficar vazio por culpa das ditas moçoilas.

Acho que se querem, que se devem poder casar e que as opções de cada um só a si dizem respeito.

Pensei exactamente o mesmo que tu, que raio de amizades as miúdas têm???

Mocho Falante disse...

olha abelinha elas deviam era irem assim no IC19 que a malta fugia toda e nós tinhamos caminho livre

Olha no tempo do bife de espadarte
Não havia tanto disparate

LOL

beijocas

adesenhar disse...

tive oportunidade de ver a entrevista na TVI.
:)
Os malandrecos do canal deviam ter feito uma sondagem ás garotas antes de elas abrirem a boca, mas preferiram atirá-las ás feras talvez para arrasar com a concorrência! creio que lhes saiu o tiro pela culatra e a entrevista foi o que se viu.
se queriam publicidade, conseguiram, falta saber se para o bem ou p/o mal.

Portugalândia ao seu melhor estilo.
:)

Abelhinha disse...

Mocho:

Vou prendê-las à frente do meu carro, que assim também afugentava o pessoal da ponte 25 de abril.

ahahahahah

Mocho Falante disse...

eu tou a pensar leva-las comigo quando for por o IRS no ultimo dia como é habitual

lol

dakidali disse...

Assino por baixo. Cada um faz da sua vida o que quer com quem quer. Mas não abusemos da paciência do próximo. Ir a entrevistas de emprego de mão dada???
Por favor.
Beijinhos
Teresa

Abelhinha disse...

a brigada de choque pode levá-las para dispersar multidões indesejadas em futuras manifestações À porta do Anibal.

Caracolinha disse...

Espectáculo televisivo à parte, acho uma cretinice continuar-se a discutir acerca de um assunto que não passa de amor ... e o amor não deve admitir discussão.

Eu sou a favor da felicidade e se existem pessoas que acreditam que o casamento as pode fazer ainda mais felizes quero bem que se lixe se são do mesmo sexo, da mesma idade, da mesma cor, nacionalidade, da mesma altura, raça ou religião ... irrita-me que sejam os outros a decidir o que está certo ou errado, afinal são apenas pessoas, pessoas que têm o direito a ser felizes e a amar.

Olha, já sabes o que penso acerca de tudo isto, preferimos viver num país de falsos moralismos e costumes podres ...

E estas ... olha, as miúdas já experimentaram os prazeres da heterossexualidade, já procriaram ambas (li que cada uma delas tem uma filha) e agora ... olha, agora querem variar ... e nós a ver com isso ????

Deixem lá as miúdas darem o nó e não se fala mais nisso !!!!

São precisas testemunhas ???? se sim e pagarem bem, amanhã estamos lá os dois à porta da igreja não é mocho ????

Bába Gay ... "gay" de "alegre" heim ... dont miss understand me !!!!!!

:)))))))))))))))

Eva Shanti disse...

Caríssimo,

Simpatizando com a causa, não simpatizo de todo com o casal maravilha!

Acho que deve haver um negócio jurídico que produza efeitos semelhantes aos do casamento para todos os que entendem que necessitam de uma união de direito.

Até acredito que haja tantas uniões de facto e uma diminuição considerável de casamentos, porque as pessoas não se revêm na noção de casamento prevista no Código Civil.

Mas é uma pena realmente que as meninas sejam tão fatelas e que não saibam estar.

Ninguém tem que andar a levar com os melos dos outros, nem com casalinhos em Lua de Mel a toda a hora. Há mínimos!

BJs

Mocho Falante disse...

Caracolinha, podemos ser os padrinhos sim, se a miuda fizer o copo d'agua no Edmundo da pontinha e fizer a oxaria de nos pagar uma gaitada.

Bábas Gaysolas que é como quem dize, beijos alegretes

lol

Mocho Falante disse...

Querida Eva, pois na verdade ter de assistir ao love alheio não há paciência

Caracolinha disse...

Ouve lá pá ... vamó lá imbora mazé morfar uma gaitada à conta das noivas !!!!

E se for acompanhada por aquela sangria de vinho branco até lhes faço um espectáculo de striptease na despedida de solteiras e saio toda descascada, que é como quem diz, sem casca, de dentro de um bolo !!!!

Óh fachavor, sai mais uma dose de batatas !!!!

rsrsrsrsrsrsrsrsrsrs

A música cai aqui que nem ginjas !!!!

Ginjas ... COM ELAS, claro !!!!!

ahahahahahahahahahahahah

Babinho já a afiambrar o corta palha para a gaitada do lesbian couple !!!!!

Kalinka disse...

Realmente este foi o assunto do dia, tanto nas notícias das 13 horas como nas notícias das 20 horas, com entrevista em directo na TVI.
Penso que, não havia nexexidade de tanto esforço para ganhar alguma notoriedade ou espalhafatosidade(será k esta palavra existe(risos)?
Existe Amor, cumplicidade, tudo bem, mas não cheguemos a estes exageros para simplesmente «aparecer» na televisão e ser assunto do dia, com tantos outros temas importantes que há para informar o povo português.
Paciência tem limites...

Pitucha disse...

Estar longe pode ter a vantagem de não se ver a TVI! Mas tem a desvantagem de não se ver a TVI...nestas ocasiões em que todos comentam e eu sou posso ouvir e acreditar.
Gostei muito do post.
Beijos

JVC disse...

também não vi, mas contigo a descrever a entrevista e as respostas dadas, não tenho pena de não ter visto. delicioso!

xá-das-5 disse...

Ora um padre amigo confidenciou-me que toda esta situação foi alimentada pelo Sócrates para tentar escapar às normais questões que se vão levantar hoje, após descoberto o segredo da Pide II.
Deram-se uns cobres às sapatonas mais foleiras de que há memória e adormece-se o povo com isso e o euromilhões.
Mas, infelizmente, alguém se espetou e colocou as tipas nos altifalantes 24horas mais cedo que o necessário...

Agora, na minha pouco digna opinião, o aparecimento destas duas ninfas só pode ser mau para todos os casais homosexuais que também querem contraír matrimónio.

Isabel-F. disse...

...500 estrelas o teu Post...
assino por baixo.

Bjs

Vera Cymbron disse...

Não sei comentar, é um texto bem escrito. Quanto´aos casamentos do mesmo sexo, segundo a constituição portuguesa, todos têm os mesmos direitos.
Jinho

Isabel Magalhães disse...

Querido Mocho;

Na 'mouche'! :)))

Beijinhos e um dia bom.

objectiva3 disse...

Uma opinião em forma!

:))

Era uma vez um Girassol disse...

Gostei muito, partilho dessa opinião também.
Amem-se, mas escusam de se exibir tanto... O mundo está em mudança e é preciso aceitar que as relações entre sexos divergem de alguns anos a esta parte. Mas o bom senso deve prevalecer.
Um abraço

Armando S. Sousa disse...

Penso que a lei deve ser alterada mas não precisa de haver televisões por perto para fazerem o que deve ser feito.
Um abraço

Kraak/Peixinho disse...

A questão é o mediatismo que estas coisas provocam o que começa efectivamente a irritar qualquer pessoa, mas que infelizmente em Portugal só se consegue alguma coisa com algum barulho. E é claro que as coisas têm que mudar e o amor não é uma coisa que se mede por uma espécie de contrato de casamento, quer os outorgantes sejam ou não do mesmo sexo. Viva o amor! Se querem casar, pois que casem :) Acho muito bem! O problema são os excessos... parece-me muito foleiro irem de mãos dadas a uma entrevista de emprego... Hey? Wake up, babies! Que cena mais nonsense. Tb acho que os media empolam muita coisa. Naum acredito que as pessoas do autocarro tivessem todas saído porque elas iam de mãos dadas... Mas é que não acredito mesmo.
Agora, o mais caricato foi o que já li pela blogosfera sobre o assunto... Isto sim parece-me um caso de completa insanidade provinciana existente. :S

Hugzzz mediáticos

Desconhecida disse...

Pois olha eu sinceramente não sei muito bem o que dizer. Se por um lado acho que todos devem ter o mesmo direito, por outro, não vejo qual a necessidade de oficializar a união, muito menos andar a fazer espectáculo na televisão...

Beijinho

Eva Shanti disse...

Ainda sobre a questão do autocarro...

A verdade é que faz duas semanas que saí à noite e num bar do Bairro Alto estavam duas moçoilas a beijarem-se desalmadamente e não foi por isso que o estabelecimento ficou mais vazio.

As duas meninas estavam ao meu lado, na minha frente estavam dois casais que iam trocando de parceiro, todos muito entretidos a trocarem carinhos uns com os outros...

A verdade é esta: o dito estabelcimento não é propriamente uma chafarica e tem alguns 20 anos de existência.

Se a idade dos presentes conta alguma coisa, não sei, pois havia pessoas de várias idades e penso que o mínimo estaria nos 20, 20 e picos - sim que há locais em que a coisa é sub-16...

Onde eu quero chegar é que hoje em dia há muito mais tolerância do que existiu em tempos e ver duas meninas de mão dada não é passível de ser considerado uma cena chocante.

Chocante e incómodo poderiam ser para algumas pessoas as cenas que descrevi, mas pelos vistos, estava-se tudo nas tintas!

Bjs

dakidali disse...

Mocho Fui apanhada na corrente e passei-te a pasta. Vai ao meu cantinho e logo vês o que tens de fazer.
Beijinhos
Teresa

Miguel disse...

Niépías ...
Não há casamento ...

Talvez um dia ...

Bjks da Matilde

Meia Lua disse...

Infelizmente enquanto minorias, qualquer coisa considerada "diferente" provoca sempre este mediatismo exagerado (principalmente quando os protagonistas nem sabem bem o que dizer). De resto, quem quiser casar, que case! Havia uma frase que dizia "Toda a forma de amor vale a pena, desde que seja amor"
beijinho

Maria disse...

Muito bem dito sim senhora, eu não tenho paciencia para ver esse tipo de coisa, por isso não liguei muito, mas acho que elas são do norte e possivelmente de uma terreola, por isso não podemos comparar com lisboa e muito menos com o bairro alto, onde tudo é permitido, onde tudo é lindo, a noite do bairro alto

As Musas disse...

"Não tenho e assumo aqui publicamente, que cada uma dirige a sua vida como
quer."
Acho que não é preciso dizer muito mais.
Francamente, ainda bem que ultimamente não tenho tempo de ver tv.
Cada um sabe da sua vida e faz dela o que quer, o que tenho eu com isso?
E por favor, porque querem elas casar, sabendo que no nosso pais isso não pode ser... se tinham assim tanta vontade fossem ao estrangeiro... espera ai, agora tou a "micar" tudo, elas devem de querer é que o pesoal da TV lhes pague o casamenteo lá fora!
É isso mesmo, publicidade dá isso.
Ora vês...

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Aceito as opções e orientações de cada um e neste caso em particular até admiro a coragem das raparigas, mas acho que estão a conduzir o processo de uma forma errada e demasiado mediática....lamentavelmente é muitas vezes por estas razões que os processos acabam por ser arquivados.

papoilasaltitante disse...

Aconselhada pela minha amiga Tété aqui vim parar.... Gostei!! vou gaurdar nos meus favoritos. Qaunto à aopinião expressa concordo em absoluto!

A .Carlos disse...

Olá Mocho,
Penso que é de admirar a (coragem) das moças,porém o exibicionismo televisivo e não só,que me parece acompanhar esse amor, não me parece muito salutar.
Mas cada um sabe de si...
Que sejam felizes, é o que posso desejar
:)
Bom fim de semana amigo
Abraços
≺≺≺ A New Day ≻≻≻

Ricardo Leal disse...

Mulheres???? Nã, isso é um desperdicio...

Vespinha disse...

Amigo...

as raparigas de facto não deram uma para a caixa!
Não está em causa pelo que lutam, mas a forma primária como o fizeram!!

Mau.Foi muito mau, mesmo.
É que não deram uma 'prá caixa!!!

'da-seee!
E depois como querem ser levadas a sério??

Babinho da Vespinha

Betty Branco Martins disse...

Olá Mocho

Eu não tenho nada contra... mas haja decoro!

Parabéns pelo post.

Beijinhos

Bfs

A.J.Faria disse...

É lamentável que um país com tantos problemas como o nosso, a comunicação social se ocupe com acontecimentos dessa relevancia.
Um abraço,

Cristina disse...

Mocho,
A minha opinião é que cada um tem o direito de viver a vida como quer, e não sou contra o casamento!
O problema com estes casais é que na maior parte querem atenção, talvez para a sociedade os aceitar, e acabam por fazer disparates assim como este.
P.s.
Aqui aonde vivo em Massachusetts foi o primeiro estado nos EUA aonde o casamento para casais do mesmo sexo foi legalizado, este ano passado.
Só desejo que as meninas sejam felizes para o resto da vida, mas que vivam a vidinha delas, sem muita confusão publica
:)
Um beijinhu para ti, e mais uma vez parabéns pelo teu texto
:)

Su disse...

gostei de ler-te.corente.
concordo contigo
jocas maradas

wind disse...

Assino totalmente por baixo de ti! beijos

Blog Widget by LinkWithin