123 e temos Hipocrisia outra vez...


E enquanto os senhores do Tribunal Constitucional, continuam às voltas com os votos, como se de apostas tratasse, Portugal vai ter que esperar mais um ano para dizer se SIM ou NÃO à despenalização do Aborto. É que tudo ao mesmo tempo não dá. O rendimento dos portugueses não é suficiente para ir a votos em tão pouco tempo de seguida....bom se fosse para arranjar mais uns poleiros, era "já a seguir" como diz o outro...
Só podemos ter referendo lá para depois do Verão de 2006, até lá as mulheres portugueses pobrezinhas desenrascam-se como podem, as tias (acérrimas defensoras da vida), vão a Londres fazem um aborto e na mesma viagem vão até ao Harrod's fazer umas comprinhas...é justo!!!
O sabor da hipocrisia nacional atacou-me de tal forma que Imelda Stauton entrou-me pelo ecran adentro no papel de Vera Drake.... uma mulher das limpezas de meia idade. A sua dedicação à família equivale ao seu cuidado com os menos afortunados, nos quais se incluem as jovens que engravidam fora do casamento.
Nos seus tempos livres, Vera faz abortos e, apesar da forma fria como o processo se desenrola, as suas motivações são honestas e generosas. Ela genuinamente acredita que alguém as tem de ajudar: ela. Por isso, não cobra dinheiro pelo serviço, e permanece ignorante do lucro que a sua amiga Lily faz ao intermediar o contacto com as “clientes”.
Uma excelente interpretação de uma história que nos deixa um amargo na boca e ao mesmo tempo uma vontade enorme de explodir com toda a injustiça que por aqui se vive.
Esta história passada nos anos 50 em Londres, alerta-me de como o nosso país está parado à décadas proliferando por aí em número crescente uma mescla de Veras Drake com Lily Sheen.... porque de borla já ninguém faz nada, muito menos um aborto e por isso e só por isso mesmo, cada vez mais mulheres portuguesas recorrem ao aborto clandestino, sabe-se lá em que condições e por outro lado o vizinho espanhol vai enriquecendo com as suas clínicas da especialidade bem juntinho às fronteiras portuguesas... assim, se os Euros não chegarem para irem depois ao Harrods fazer umas comprichas sempre podem comprar uns caramelos.... OLÉ!

30 comentários:

Fallen_Angel disse...

tudo bem q se esta a matar uma vida inocente..(o q eu nao acho justo nem acho q se deva fazer)... mas as pessoas sao livres de fazer o q kiserem, por isso as vexes secalhar vale mais abortar do q deixar uma criança andar ai aos "pontapés" de uns e outros.........

bjinho e bom domingo

guevara disse...

ora bolas...

so me resta dizer vamos a Londres às compras...

É começar a organizar excursões!

adesenhar disse...

123 e temos Hipocrisia mais uma vez...
já não é novidade para mim amigo mocho.
enquanto formos governados por políticos hipócritas, vamos continuar a assistir a casos como este e muitos mais.
50 anos de atraso ainda não chegam! pelos vistos não, ou será preciso chegarmos a uma diferença tal em relação a outros países semelhante à Idade Média!
faço votos para que não aconteca :|

bom fim de semana
abraço

Norm disse...

O Presidente do TC desmentiu ontem a notícia na TSF e adiantou que a resolução só será conhecida dentro de 15 dias... esperemos que seja desta!!
Quanto ao filme, EXCELENTE!!!

Um grande Abraço

mfc disse...

Vamos continuar na mesma... mas os partidos parlamentares savbiam perfeitamente disto, só que preferiram atirar o odioso para cima do TC.
E porque não resolver já o problema por via legislativa?!

Sandra Nunes disse...

Este problema não "dá" votos, mexe apenas com a vida de algumas pessoas, logo...para eles não interessa nada.
É muito mais fácil construir auto-estradas

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Desculpa citar-te, mas eu podia ter escrito isto, porque é o que sinto....parados nos anos 50 envoltos por uma muralha de hipocrisia dos que governam e medo dos que não sabem como resistir:"Esta história passada nos anos 50 em Londres, alerta-me de como o nosso país está parado à décadas proliferando por aí em número crescente uma mescla de Veras Drake com Lily Sheen..."
Excelente filme, excelente música e excelente tema escolhido...mais uma vez parabéns Mocho...és de facto, uma bicada na noite da nossa nostalgia

Abelhinha disse...

É caso para dizer: O Mocho disse está dito!

Há a hipocrisia de proteger a vida no ventre da mãe, mas n de proteger a vida da criança depois de nascer de maus tratos vários.

Abelhinha disse...

Tivemos ambops meu querido!

Desculpas aceites se aceitares as minhas também.

Com o stress com que andamos o que é que estamos à espera!

Beijo muito grande

Maria do Céu Costa disse...

Uma questão que parece que os srs. politicos andam a evitar a todo o custo. Boa postagem. Cumprimentos.

Isabel Magalhães disse...

Ó Mochinho querido,

'eles' não podem fazer o referendo assim do pé para a mão porque se o povo votar SIM não há Hospitais que dêem despacho à coisa...
é que o assunto tem que ser resolvido em pouco tempo e não pode entrar nas 'filas de espera'... como as cirurgias que conhecemos e cujas filas duram anos.

Mas o que escrevi acima não tem a ver com a minha opinião; tem a ver com os Serviços de Saúde do País.

Eu sou a favor da VIDA - pese embora o risco de me chamares 'Tia' - e acho que o que a Lei já contempla a respeito da interrupção está bem. Falta despenalizar as mulheres, as eternas vítimas que assumem sózinhas uma coisa que é feita a dois.

Se é para meter alguém na cadeia, então que os metam 'aos pares'!

Um grande abraço.

wind disse...

É mesmo o que escreveste. Tenho uma teoria. Não passa 10 anos que nós não sejamos espanhóis! bjs

Kalinka disse...

Mocho Falante,
desta vez trazes TU aqui um filme que eu perdi e ainda não vi...acho mesmo imperdoável eu ter andado vai, não vai e saiu de exibição.
Tenho ouvido sempre falar bem deste filme e está na minha lista para ser visto assim que possível.
PARABÉNS pelos temas que nos ofereces para pensarmos neles.

Quanto à nossa realidade, isso nem vale a pena falar, porque se abro a boca, sou perigosa...eu até tenho medo do que escrevo quando fico virada do avesso, a sério!

Muito obrigado pela «visita» que fizeste à doentinha, que já vai pondo-se de pé lentamente, com Fé de que em 3 dias esteja mesmo boa.
Beijokinhas.

Lumife disse...

Tudo jogadas políticas. Hipocrisia qb.
Um assunto que podia ao tempo estar resolvido na Assembleia mas que não interessa à classe política. As soluções estão no estrangeiro para quem pode e cá para as que não têm dinheiro para aí se deslocarem.
É quadro bem colocado pelo Mocho:
Para as ricas depois do aborto compras em Londres para as pobres depois do aborto é sofrimento e prisão.

Caracolinha disse...

Falando em hipocrisia ... nada mais de acordo com a miséria do país que temos ... e o caso específico do aborto não é muito diferente de outros que, infelizmente, continuam cada vez mais a cavar o fosso entre ricos e pobres ... pelas razões que tão bem soubeste expôr.

O que mudou com a vitória do "não" no referendo no nosso cantinho à beira mar plantado ???? nada !!!!

Tudo se resume a uma questão de se ser ou não ser capaz de se decidir fazer um aborto. Quem acha que é capaz falo-á sempre quem acha que não é capaz nunca o fará. E ponto final.

O que me angustia verdadeiramente é que nós, neste país, parece que gostamos de viver na mentira ... que venha um novo referendo e que a esmagadora maioria das pessoas que não votaram da outra vez e que foram para a praia, porque até estava um dia muito bonito, e achavam que o sim estava garantido, peguem nas tamanquinhas e façam aquilo que fizeram, nesse mesmo dia, os votantes do não.

Bába mochinho :)

lazuli disse...

Nada é por acaso, e não esqueçamos que vêm aí as eleições para a presidência da republica. Este é, portanto..um tema a evitar. Sou claramente a favor da despenalização, o que não significa ser a favor do aborto. Isso é um assunto que só a consciência de cada um pode ditar..mal ou bem, aí não devemos interferir. Continuar a evitar olhar para a questão, isso sim..como dizes, é uma tremenda hiprocisia.
A falta de meios é uma realidade. Não temos médicos suficientes e capacidade instalada...
Mas não é desculpa, pelo menos para a discussão séria do assunto.
Parabens por teres escolhido este tema e daqui te envio um grande beijo.

Miguel disse...

Uma Historia dos nossos dias ...
Sempre actual com contornos diferentes...

Agora há LUCRO e MUITO!

Boa Semana e Bjks da Matilde

Ultimate_pt disse...

Boa tarde.
Tudo bem?
Gostei muito do post do Pavarotti,pois até gosto muito das suas perfomances...aliás foi ele que sempre me apelou a este estilo de música.
Relativamente ao aborto,devo dizer o meu pensamento é "No comments".Todavia penso que existem muitos condicionalismos para esta prática.E o principal problema prende-se com o cariz religioso do pais e a falta de responsabilidade das pessoas que recorrem ao aborto.
Abraços.

Isabel-F. disse...

bem complicado este problema... e não é o referendo que o irá resolver..........

cadê os médicos para fazerem os abortos?????''


Bjs

Quem sabe... disse...

~-Desculpa a invasão, já aqui vim várias vezes, mas como não gosto de comentar, por comentar, deixei sempre para o dia seguinte e seres o 1º blog a ler...:$

-Li este post com muita atenção, assim como os comentários...

-Antes demais, e pq tb é algo em q gosto de reparar, ate pq se existem as várias opções e as tomamos, é pq á partida têm uma intenção para o autor de cada blog...

Todo este conjunto, das cores verdes, q se sudressaem ajudando na sua cumplicidade...esta um efeito (nao sei se é intencional) de impacto...que juntando esta fantastica musica, de um filme extraordinário....Hummm...e o cuidado com que colocas tudo, os teus "delicados gostos"...

Qt ao post em si...Sim....cada vez mais somos governados por politicos, hipocritas, bajuladores, incompetentes, exibicionistas...e ainda pior q tudo indiferentes ao q realmente interessa (ignorantes até)...se não o são...(peço desculpas, mas então q demonstrem o contrário),
..."os médicos"???!!!

Eles, até sem muita gente saber, e mts vezes sim sem cobrar exurbitancias, (pq pensam q eles ganham mt dinheiro??, se estiverem na exclusividade do estado, acreditem q não mesmo), só que eles têm um conjunto de situações....q ...enfim....

Digam-me, se vocês no vosso trabalho, tiverem problemas com a empresa....acham q o estado vos ajuda....ou o unico q vos ajuda será apenas e só "um advogado e particular".....

Pois....os médicos tb não....alias. o seu pior inimigo neste momento é o estado.....então o q fariam???

Uma familia para sustentar, poucos lugares para preencherem, pq montar assim um consultório......ahahaha....deixem-se de utopias....e a clientela....seria necessário "marketing"...sim....Claro vocês agora dizem...."mas e a vocação, o lado humano??" ..sim e com razão, pois é o q eles pensam, nos filhos, no conjugue, nos páis q eventualmente estaram a seu cuidado....este tb é um lado humano....

Desculpem.....eu não sou médica...nem lá perto ando....
Mas tb já muitas vezes questionei tudo isto....e com muita desilusão....cheguei á conclusão, q os tempos não estão para "lutar por valores" qd está em causa o sustento de uma familia...30 e mts anos de estudo....e um estado/governo, a fod**** a vida....

Claro que depois....estás mulheres...QUE ANTES DE MAIS, É O CORPO DELAS, só espero que não usem o aborto como metodo anti-contraceptivo, mas pior, será trazer ao mundo UM SER, QUE NÃO PEDIO PARA SER CRIADO, GERADO...NÃO PEDIO PARA NASCER NUM MUNDO SEM AMOR, CUIDADOS, CARINHOS E PELO MENOS OS BENS ESSÊNCIAS....

*penso q me estendi demais....e provavelmente, misturei isto tudo....mas é mm assim q as coisas estão....sabem.....está tudo misturado, desorganizado....com principios alterados....

Desculpem.......se foi uma seca, ou se foi tudo para vocês disparates...:(

bjs salgados...:(

Yardbird disse...

Até quando irá esta hipocrisia, amigo Mocho? Nem imagino

Dilbert disse...

Pois é Mocho... decididamente este problema deveria estar com a máxima prioridade para resolução definitiva... estamos a falar de vida e morte... estamos a falar de igualdade e justiça... estamos a falar de interesses hipócritas e convicções religiosas... estamos a falar de objecções de consciência de médicos e de direito à assistência médica... para todas estas questões teremos de arranjar soluções... o que se passa hoje é que não pode continuar, isso acho que a maioria está de acordo... é injusto e degradante da condição humana.
Um abração

Hipatia disse...

Dizia o meu ginecologista, em tom de piada, que todas as alterações legislativas apenas vão servir para encher os bolsos dos médicos. Para já, enche os bolsos de médicos estrangeiros; depois, será os bolsos dos portugueses, já que nos hospitais públicos todos serão objectores de consciência, mas nos privados ninguém vê. Claro que, no entretanto, até da descomparticipação da pílula se fala e ninguém se lembra de comparticipar as camisinhas... é o País que temos :(((

Vespinha disse...

Menino,ainda não vi o filme,mas está na lista!

Quanto ao aborto,sou a favor da vida e não da sobrevivência,como tal,venha "Mazé" o referendo para eu votar novamente SIM!

Bába da Vespinha

smartins disse...

:(
Não sei que dizer. A questão do aborto é a que mais me divide.
Abraço

alkagoitas disse...

só pela banda sonora que escolhes te, valeu...

musqueteira disse...

Viva Mocho Falante,
Agradeço todos os dias a meus Pais...por ter nascido:)

agua_quente disse...

É uma batata quente que, aparentemente, os políticos querem passar uns para os outros. Neste assunto, a hipocrisia é tanta que enoja.
O filme que referes é excepcional.
Beijos

As Musas disse...

Ainda não vi o filme, mas o assunto não vai passar disso, de assunto. POis não há ninguém com coragem para assumir nada, é o diz que não diz, é o faz que não faz. Mais uma vez digo: Somo o povo que temos e pronto!

Kraak/Peixinho disse...

Eu prefiro nem comentar o tema pq já dei para este peditório há algum tempo. Falemos do filme :) Um filme a ver, obrigatoriamente. Já está disponível em DVD. Uma verdadeira história.

Hugzz

Blog Widget by LinkWithin