Repousar os olhos numa bela paisagem, navegar com o espírito noutras paragens


Podia hoje escrever aqui o quanto me sinto triste e enganado pelo nossos políticos, mas disso já tanto se escreveu, que decidi escrever sobre algo que tanto me apaixona…o cinema.

Decidi então, abstrair-me de toda a tristeza nacional e rever mais um belo filme….

Jane Campion e Kate Pullinger escreveram a mais bela história que vi em cinema; Holly Hunter, veste a pele de Ada, Anna Paquin, a sua filha, Harvey Keitel, o homem por quem Ada se vem a apaixonar….

Filmado na Nova Zelândia, este é o filme que nos transporta para uma das belezas mais arrebatadoras que vi no cinema. Michael Nyman, dá todo o esplendor de sonoridade que este filme nos oferece. O Piano, o filme que perdeu a estatueta dourada para a Lista de Schindler, mas que ganhou quase tudo o que havia para ganhar nesse ano.

Jane Campion e Kate Pullinger, realizaram este filme que recebeu os maiores galardões mundiais.

A sinopse para quem não viu: Vinda da Escócia, Ada, chega com a sua filha, à Nova Zelândia para casar com Stewart, homem que nunca viu e que casou por procuração. Ada, não fala desde os 6 anos de idade, comunica os seus sentimentos através do som do piano.

“Seria bom se ele (Stewart) tivesse a paciência de Deus, porque o silêncio afecta a todos. O estranho no entanto é que eu não me sinto muda, por causa do meu piano. Sentirei a sua falta na viagem”

Esta é uma bela história recheada de uma fotografia fabulosa descrita por uma banda sonora de uma qualidade rara.

Mais um filme com o patrocínio da Kleneex pois então….

31 comentários:

Isabel Magalhães disse...

Querido Mocho,

Ando mais noctívaga do que tu... e sem queridos a mudar a casa :)

Parece que continuamos a partilhar a 'lista de filmes da nossa vida' - tenho a banda sonora, queres? - e subscrevo tudo o que escreveste sobre 'O Piano'. No entanto, gostaria de acrescentar que considerei certas cenas do filme de uma extrema crueldade física e psicológica. Bom, digamos que naquela época não era muito fácil ser mulher. :)

Beijinhos. :)

Mocho Falante disse...

Amiga Isabel... Aqui vai um segrdo, vi este filme no cinema 9 vezes....eu sei que pode ser um exagero mas era mais forte que eu... a banda sonora mora em minha casa também, agradeço de qualquer forma...beijocas

lazuli disse...

é um filme inesquecível. Lembrei-me dum, que nada tem a ver com esse. O pianista..de que gostei muito também, passado em Varsóvia, na 2.ª guerra mundial. No fundo há algo em comum entre eles..Um abraço.Fernanda.

Ultimate_pt disse...

Eu ainda não vi o filme por falta de oportunidade,mas ficará na minha retina...a banda sonora é excepcional,aliás sempre gostei de ouvir piano.
Espero que tudo esteja bem por esses lados.O que aconteceu com a vespinha e a caracolinha?
Abraço.

Nina disse...

Adorei o filme...a musica...toda a imagem...lindo lindo :)

Beijinhoo :)

CP disse...

O filme é excelente, mas a banda sonora excede tudo. Do melhor que já se fez para cinema.

Isabel Magalhães disse...

Assim tantas vezes - talvez mais - vi o 'Shinning' com o Jack Nickolson, - um dos meus actores de eleição - porque há sempre um qualquer pormenor que me escapa, ou algo que tento ver com outros olhos.

Beijinhos, Mocho, bom domingo. :)

Isabel Magalhães disse...

(cont.)

too much work anda no play made Jack a dull boy!

too much work anda no play made Jack a dull boy

too much work anda no play made Jack a dull boy

too much work anda no play made Jack a dull boy

too much work anda no play made Jack a dull boy

too much work anda no play made Jack a dull boy

too much work anda no play made Jack a dull boy

too much work anda no play made Jack a dull boy

too much work anda no play made Jack a dull boy

Desculpa... não resisti! :)

jokas.

Ahraht disse...

Boa escolha... maravilhoso.

Vi ontem um filme que me tocou. "About Schmidt" com o Jack Nicolson.

Um bom fim de fim de semana.

juno disse...

e depois de muito pensar, achei que devia entrar no marketing desenfreado e anunciar aqui o meu blog, aconselhada pela Lua de Lobos
apareçam e serão benvindo e envoltos numa nuvem de LUZ Branca
Juno

guevara disse...

MArcou-me tanto este filme, mas tanto que ainda hoje penso o que terá ele para me prender e me fazer voar assim.

A banda sonora comprei-a logo nessa semana. E ainda hoje toca como se fosse sempre a primeira vez.

Lembro-me perfeitamente... estava no 8º ano, 14 anos...

wind disse...

Este filme foi o mais bonito que vi até hoje. Emocionante, belas interpretações, boa música, lindas paisagens e maravilhosa história. Enfim, adorei:)

Cristina disse...

tenho-o em casa, é uma daqueles filmes que nos deixa com um nó no estômago toda o dia :)
beijinho

Kalinka disse...

Hoje, aventurei-me a vir aqui deixar um comentário...e, que dia!!
Escolhi mesmo o dia certo, maravilha...por tudo, vejo que também gostas de cinema, pois já tinhamos encontrado um ponto em comum, o gosto pelo Outono.
Mas, este filme...estrondoso em todas as suas categorias, ficou bem cá dentro de mim e marcou-me a sério.
Belo...que história...imagens fabulosas e ter a oportunidade de estar a comentar acompanhada pelo som, deixa-me nas nuvens.
Concordo com o que escreveu Isabel M. sobre certas cenas do filme de uma extrema cueldade, mas...a força daquela mulher ultrapassa tudo. Excelente. Parabéns pela ideia que tiveste de num domingo à tarde me deixares divagar e flutuar pelos sons de «O PIANO».
Beijokas.

mfc disse...

´Já vi... gosto imenso de filmes que mexam com os sentimentos!

th disse...

Para além de Discoteca tens tb uma óptima videoteca, ou deveria dizer DVDioteca? bom convenhamos que nove vezes é MUITA VEZ, mas vi p'raí umas três vezes e o CD tá à mão, claro. Óscares bem atribuidos, sem dúvida! estive colada ao monitor toda a noite, nesse ano.É bom encontrar unicidade nos gostos, beijo, th

Tita - Uma mulher, Um blog, algumas palavras disse...

Parabéns mocho. Mais outra excelente escolha. Outro excelente filme. Marcante, que entra no peito pelas imagens e pela música, pela qualidade de dramatização e pela belissima história.

adesenhar disse...

mocho
bem lembrado o Piano :)
:)

abraço

Lôra disse...

Que boa música...e que filme...inesquecível e talvez um pouco perturbador! O Piano, não nos deixa indiferentes...

Grande escolha...
Bjs

Vera Cymbron disse...

Obrigada por teres passado lá em casa. O Dilbert acho que se divertiu no sabado na festa de anos...ele não anda é mais de carro comigo. ;)
Bom, resta dizer-te que a bando sonora do The Piano é das coisas mais belas que já se ouviu em cinema.
Jinhos

Desconhecida disse...

Excelente escolha.

Boa semana Mocho!

Mitsou disse...

Estou a gostar desta fase cinéfila. As escolhas são óptimas.
Beijinho pelos teus posts, querido Mocho, e pelos comentários que me fazem sempre rir :))**

requiescatinpacem disse...

Concordo Contigo!!... pelo menos desta vez!!

Um abraço

Mocho Falante disse...

Ah bom tava a ver que não consegui pelo menos uma vez obter a tua concordância

:-D

gui disse...

Filme Brilhante!...
Excelente marco da potencialidade do Gênio Humano...

Bjs Mocho

objectiva3 disse...

Também gostei bastante quando vi o filme pela primeira vez!

Faz parte da minha bateria dos DVD'S caseiros...

:)

paper life disse...

Aqui a pedra fiaca-te muito grata por não falares do desencanto político e Que A ARTE NOS VÁ SALVANDO A TODOS!

Vi o piano em cinema e que bom foi!

Bjs

:)

guevara disse...

lalalalala

so passei para ouvir a música!

:D deixa-me tão calma...

nana disse...

muirto bonito o filme!
e com uma banda sonora liiinda!
;)

Kraak/Peixinho disse...

Belo filme Mocho e bela escolha também. Curiosamente há dias falava com um amigo sobre os filmes da minha vida. Não é que os tenha, mas rapidamente consegui eleger 3 filmes que me marcaram bastante, pelo menos à saída do cinema. Este foi um deles.
[tenho a banda sonora, LOL]

Hugzzz neo-zelandeses

musqueteira disse...

O velho "piano"...de teclas tão bem afinadas!...belo registo;)

Blog Widget by LinkWithin