Minha alegria, minha amargura, Minha coragem de correr contra a ternura

Fez 25 anos que o poeta nos deixou, partiu mas deixou-nos um legado de centenas de escritos e muitos deles transformaram-se nos mais belos poemas cantados.

Ary dos Santos, foi aquele poeta conotado com um temperamento suigenires, nem sempre aceite, nem sempre compreendido, como é hábito nos grandes artistas.

Muitos foram os que cantaram os seus brilhantes poemas e com as suas palavras tornaram imortais as suas músicas que fazem parte da nossa herança cultural.

Ary dos Santos partiu em 1984, mas a sua memória está viva e recomenda-se, ele é também um dos responsáveis de uma geração inesquecível, de um movimento artístico ímpar e único que Portugal viveu.

Com o 25º aniversário da sua morte, Viviane, Susana Felix Mafalda Arnautth e Luanda Cosetti juntaram-se e assim nasce o projecto Rua da Saudade e foi um sucesso pois claro!!!

As músicas da Ary dos Santos voltaram a ganhar vida, com uma sonoridade diferente, especial, mas sem perder a sua essência, e qualquer um de nós consegue reconhecer imediatamente aquelas músicas que fizeram e fazem parte da nossa história musical.

Depois do CD vêm agora os espectáculos e dia 19 de Março o Coliseu dos Recreios de Lisboa vai abrir as portas a este projecto da Rua da Saudade que na certa nos vai oferecer uma noite inesquecível, ora anotem lá nas vossas agendas...dia 19 de Março é dia de viver Ary dos Santos envolto em 3 fantásticas vozes!

36 comentários:

turbolenta disse...

Sim, era um autor polémico, muitas vezes contestado, mas que na verdade sabia escrever poemas como ninguém. A ele pertenciam muitos dos êxitos da música portuguesa daquela época. Muitos deles, apesar de todo este tempo passado, continuam actuais e a ouvir-se com agrado,(principalmente os "cotas"como eu recordam-no com saudade)
beijos
bom fim de semana

wind disse...

Ele foi um poeta espectacular!
Beijos

th disse...

"Cavalo à Solta" foi para mim uma canção especial. No dia seguinte ao Festival, onde Fernando Tordo a cantava, (vejam aqui os videos),tive um encontro de sentimentos inesquecível.
Sabias que o poema foi feito numa noite?
Beijão, th

Teresa disse...

Querido Mocho,
Obrigada por homenagear este grande poeta.
Como não encontro aqui um endereço de correio electrónico, deixo atalho para música que bem ilustra essa rara mestria da palavra aliada a uma sensibilidade em carne viva. Alojei-a de propósito para si:

http://www.fileden.com/files/2009/5/3/2427914/Carlos%20Do%20Carmo%20-%20Estrela%20Da%20Tarde.mp3

E a música é LINDA, LINDA.

Angela disse...

Uau! Este não é um cavalo apenas, é pégasus!
Lindo!

Baby disse...

Ary dos Santos deixou saudades, pois era inteiro, autêntico, a sua poesia tem uma pujança que permanece.

É sempre bom lembrá-lo.

Abraço.

Conceição disse...

Rua da Saudade é mesmo uma bela homenagem a um poeta sensível e acutilante, como há poucos.
As 4 vozes e estilos demonstram que há músicas que derrubam todas as fronteiras!

tulipa disse...

O projecto "Rua da Saudade" é uma bela homenagem a um poeta ímpar neste País; acredito que seja mesmo uma noite inesquecível, logo no "Dia do Pai".

Como seguidor que és do meu blog "MOMENTOS PERFEITOS" faço-te um convite:

Num dos meus blogues, coloquei uma foto juntamente com um poema que escolho que tenha a ver com algo que a foto tenha, percebes?
Então esta foto é à entrada do "Hotel dos Templários" na bela cidade de Tomar.
Neste caso, pela perspectiva é à saída...vinha eu de máquina ao pescoço como sempre e vejo aquele ângulo, pareceu-me interessante e clic...já está!!!
Decidi que vou fazer esta "rubrica" uma vez por semana e naquele blog "DeAbrilemdiante", bem como outra rubrica que vou dar início já a seguir com o tema "Recantos de Hóteis". É o meu objectivo para 2010, para também poder utilizar as centenas de fotos que tenho.

Estou em festa, cheia de alegria pela concretização de um sonho, o meu blog "Momentos Perfeitos" chegou ao nº 100 de "Seguidores", fico mesmo feliz, acredita.
Um dos seguidores és tu, agradeço-te. Aliás de ontem para hoje passou a 102 seguidores.
Fiz um post alusivo a esse nº 100.
Sempre escrevi e também fotografo para divulgar ideias que vou tendo e como não posso chegar às pessoas como jornalista nem repórter, utilizo os meus 2 blogues para esse fim.

Boa semana.
E um beijo da Tulipa

Casemiro dos Plásticos disse...

Gosto muito da obra deixada por esse grande senhor!

C Valente disse...

Saudações amigas

Teresa Durães disse...

Gosto de Ary dos Santos. Deixou-nos um legado para perpetuar a sua memória

anad disse...

É sempre bom vir ao seu blogue, aprendo. Aprendemos sempre uns com os outros.
Bom fim de semana
Anad

tulipa disse...

AMIGO MOCHO

SINTO A TUA FALTA e a doçura das tuas palavras...

Trago-te uma notícia que é uma excelente oportunidade para fazer belas fotos.

AMANHÃ - dia 7 de Março, às 14h30, a Divisão de Educação e Sensibilização Ambiental da Câmara Municipal de Lisboa organiza um passeio ribeiro por Lisboa. O percurso de cerca de cinco quilómetros "destaca a importância da situação geográfica da cidade de Lisboa e a sua relação com o rio Tejo, desde a antiguidade até aos nossos dias", descrevem os organizadores.
"Durante o percurso, é possível a título facultativo, assistir ao filme “Lisbon Experience” e visitar o miradouro do Padrão dos Descobrimentos, opção que implica o pagamento de 2€ no local".
Ponto de encontro: Módulo LxAmbiente, no Jardim Vasco da Gama, em Belém.
A actividade realiza-se com um mínimo de cinco participantes e tem uma duração de três horas. Aconselha-se roupa e calçado confortável.
Contactos:
Telef: 21.817.02.04
Email: desa@cm-lisboa.pt

Bom fim de semana.

Eduardo Leal disse...

Olá!

Passei por aqui para sugerir que me visites para poderes ficar a par do lançamento do meu livro "como um rio".
É já no dia 20, no Porto e no dia 28 em Lisboa.

Conto com todos!

Dri Viaro disse...

Oi!!

Passei pra conhecer seu blog, e desejar boa semana

bjs

aguardo sua visita :)

Alien8 disse...

Amigo Mocho,

Uma bela homenagem ao poeta militante que foi Ary dos Santos. Ao homem que nos deixou tantas canções na memória. Bem merece as homenagens: a tua e a da "Rua da Saudade".
Um abraço.

Lola disse...

Querido Mocho,

Que bom que é chegar aqui e reencontrar o Ary e as vozes lindas da Rua da Saudade.

Obrigada

Beijos grandes

APO (Bem-Trapilho) disse...

este é um projecto muito interessante!
bjo Mocho! ;)

APO (Bem-Trapilho) disse...

olá olá!
hj venho em nome da pequena M.! :)
quero agradecer-te a visita, em especial no blog da minha princesa! :) obrigada! volta sempre! já lá há mais uma novidade. Desta vez são desenhos feitos no computador. muito giros, por sinal. E um conselho muito util para que "tem a mania que nao sabe desenhar"! :)
bjo

Era uma vez um Girassol disse...

Ary dos Santos merecia esta homenagem especial aos seus poemas feitos música.
Ainda não ouvi, mas irei estar atenta.
Feliz Páscoa!
Bjs da flor

tulipa disse...

Não uso máscaras, talvez por isso, por ser franca e directa, não tenha os amigos que gostaria de ter...é o preço a pagar!!!

Seguem umas palavras que escrevi hoje, num momento de muita solidão e incompreensão neste Mundo.

Apenas os meus passos quebram o silêncio
Tudo o resto à minha volta cessou
Outros sons existem na minha alma dorida
De palavras ditas sem pensar, para magoar
Vindas de pessoas que se dizem amigas
Mas…infelizmente não sabem o que isso é!
Os amigos de verdade não fazem isso…
Afinal, o que fazem os amigos de verdade?
É uma questão que coloco cada dia mais
A mim e aos outros; é que não sei mesmo…
Há falta de amigos, de camaradas, de pessoas…
Estou silenciosa, por vezes acontece…
Não me parece, conheço-me bem
Nunca, nem um segundo; o silêncio em mim é mau sinal
Garanto-vos!!!
Aproxima-se o dia do meu aniversário
Coincide com aquele dia do ano,
que muitos se lembram de mim
e, mais uma vez, pergunto:
e, nos outros 364 dias, onde andam?
Ou…onde ando eu? Noutro planeta?
Quem sabe…É-me difícil avaliar.
E, dentro do meu peito ouve-se algo
é sempre o mesmo murmúrio, lá bem fundo
triste, fluindo ininterruptamente,
dói…se dói…
porque é o sentimento que confere o significado à Vida.
(palavras minhas)

Beijinhos meus, cheia de saudades tuas.

Patareca disse...

O Ary era um grande poeta...
Num outro registo mas também muito interessante é uma banda relativamente nova os orquestrada, tens que ouvir, Mocho.
Não sei se te lembras de mim... sou o Norm, mas agora num registo completamente diferente.
Beijinhos!!

Baby disse...

Também já faz 2 meses que o "mocho" deu às asas!!!

Bom Maio

APO (Bem-Trapilho) disse...

olá Mocho!
então, está tudo bem contigo?
vejo que isto tem estado parado por aqui.
bjinhos

A Lei da Rolha disse...

Homenagem muito nobre da tua parte...
abraço

Ti Coelha disse...

MOoochoooooooo!!

Para onde esvoaçaste? Que vento te levou que não voltaste??

E o vento mudou
E ele não voltou... :(

Dá noticias, escreve... :)

beijinhos!

Angela disse...

Querido Mocho,
estas em uma de suas belas viagens?
Desejo que sim. E estou aqui hoje, 20 de julho, para te desejar mais um ano cheio de saúde, alegrias e muita paz!
com carinho.

C Valente disse...

Saudações amigas

C Valente disse...

Passei e deixo as cordiais saudações amigas

Alexandra disse...

Ary dos Santos... mas quem podia compreender aquele génio? Nem todos!!

Boas notícias me trazes.

Bjocas

C Valente disse...

vou passando e vou deixando votos de boa saude tudo de bom
Saudações amigas

turbolenta disse...

Passei apenas para desejar um Bom Natal.
bjs

anad disse...

Um bom Natal junto dos familiares e amigos e um ano novo cheio de esperança.
Beijinho
Anad

Era uma vez um Girassol disse...

Que saudade, amigo Mocho, por onde andas?
Um belissimo Natal e um 2011 com saúde e esperança!
Beijinhos da flor

irneh disse...

Olá

Saudades de te ler!
Recordar o poeta, uma sentida homenagem. Como todos ou quase todos, maiores depois de mortos.
Vou tentar voltar mais vezes. Fico feliz por ainda ver por aqui tantas "assinaturas" conhecidas.
Bj

anad disse...

Vou para a Índiaaaaaaaaaaaaaaaaaa no dia 29 e só volto a 15 de Setembro.
Beijinhos
Anad

Blog Widget by LinkWithin