The New Path


Olhou para o jardim pela última vez, a glicínia acenava despedidas em tons de lilás. A vizinha da frente continuava a rotina diária de passar a ferro com o olhar ausente de uma tristeza presente.

O trinco da porta anunciava a chegada de uma nova caminhada, de um novo destino, de uma nova aventura. A brisa do meio da tarde ensaiava melodias que jamais as acácias tinham escutado e ao som do chilrear de um rouxinol do Japão, ele semicerrou ou olhos e as imagens dos tempos ali passados parecia que lhe tocavam nas pálpebras, nas palmas das mãos, no mais ínfimo da alma… sorriu e entre a distância do vidro e do vento que lá fora soprava suave, despediu-se daquela alegria estival que brilhava em todo o seu esplendor de uma primavera ainda tímida mas cheia de força para se impor. A água da fonte brilhava com a força do Sol transformando-se num espelho de formas irregulares que ofuscava o reflexo das imagens.

Deu trinta passos, e a porta fechou-se atrás de si, e o suspiro de uma saudade já instalada deu lugar a uma nova esperança de alegria que agora abria as janelas para o receber de braços abertos.

38 comentários:

calamity jane disse...

... a ver se me consigo embrenhar desse espírito... Belo texto, Mochito!

Ka disse...

Belo e comovente texto pela sensibilidade que demonstra! Não que seja uma novidade para que já te conhece mas de facto surpreendeste-me!

Parabéns!

Beijoca

wind disse...

Lindo! temos escritor!:)
Beijos

Pitanga Doce disse...

Quando a porta se fecha atrás de mim, nunca há alegria, caro Mocho.

Marco Ferreira disse...

Muito texto. Que o novo caminho traga muitas alegrias :)

marinheiroaguadoce a navegar

turbolenta disse...

Um pouco nostálgico, é certo, mas mesmo assim não deixa de ser um belo texto, com a qualidade a que já estamos habituados.
Bom fim de semana (aproveita bem o seu prolongamento)
bjs

Catarina disse...

Mochito

quando uma porta se fecha, ha uma janela que se abre... (existem varias versões, mas o espirito é esse...:) o de saber que fechar uma porta atras de si nem sempre é mau)

Bjtos

Catarina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sei que existes disse...

Que o caminho a seguir seja cheio de optimas experiências!
Beijocas grandes

Nómada disse...

oi!?

Lola disse...

Mocho,

A imagem do teu path, traz-nos frescura e uma forma incerta de tristeza, que também transparece no teu excelente texto.

Partir é sempre deixar para trás um pouco de vida.

Beijos

Alien8 disse...

Amigo Mocho Falante,

Um belo texto! Agora espero por mais :)

Um bom 25 de Abril e um abraço.

Lu.a disse...

Um bom 25 de Abril Mochinho, enjoy your freedom...! ;)

anad disse...

Belo texto. Por favor continue. Escrever é libertador.
Um abraço
Anad

A Lei da Rolha disse...

Simplesmente lindo e belo!!!
obs:lamento não ter podido comentar antes...situaçôes da vida!
abraço

Casemiro dos Plásticos disse...

gostei deste desabafo simples:)
abraço e bom fds.

th disse...

Fui desafiada e passo o desafio.
Para ver AQUI.
Troco um beijo pelo perdão...lol

Paulo Nabais disse...

Já tinha saudades deste sítio...

tulipa disse...

Meu querido Mocho
directamente de Estocolmo para Oeiras aqui estou para dizer que...finalmente entendeste quem sou...aqui tenho visto tantas tulipas pequenas a rebentar para a Vida,assim como eu, que quero iniciar uma vida nova, será que consigo?
Esta é a ultima noite que estou fora de terras lusas e acreditas que já caiu uma lagrimazita? Volta a nostalgia, estava tao bem, longe dos problemas, longe de tudo o que me tem feito mal...mas, assim é a Vida, temos que voltar à realidade, quer queiramos ou nao.
Andei uma semana nas nuvens, com percalcos é certo, mas onde é que nao há percalcos?(desculpa aqui nao há cedilhas...no teclado da Suécia).
Até breve, meu Amigo.

APO (Bem-Trapilho) disse...

que bonito, mocho!
☆*´bjokas e boa semana`*☆

Piratas e Espadachins disse...

Regressámos! E estamos no Baleal...

Venha logo visitar-nos
Que nunca faremos mal
A quem venha procurar-nos
Nas traseiras do quintal...

Os Piratas

125_azul disse...

Mochinho, és uma caixinha de surpresas! Maravilhoso este texto, parabéns!

Lola disse...

Mocho,

Tens um selo no meu blog.

Beijinhos

osátiro disse...

Texto cheio de sensibilidade.
Mas aquela de contar os 30 passos...

Anónimo disse...

Boa música!!!

É sempre um gosto andar por aqui!

Dado ao pedido do meu único comentador permanente andei a revisitar alguns lugares, via photoshop!!!
;)

Mas fica a promessa que brevemente novas fotos surgirão ( vou agora uns dias a Salamanca!!)

Beijocas

Cris Garcia
Objectiva3

Anónimo disse...

E ainda

Gostei basatante do texto!!

Idem

tulipa disse...

Faço-te um convite: o menino dança?

Espero por ti...

Beijinhos.

Isabel-F. disse...

um belissimo texto Mocho ...

lindo e terno ...


parabéns ... gostei imenso .


beijinhos e bom fim de semana

anad disse...

Bom feriado e bom fim de semana.
Anad

Lola disse...

Mocho

Bom feriado e bom fim de semana.

Beijinhos

( Sabes da Caracolinha?)

Sophiamar disse...

Que este 1� de Maio tenha sido celebrado com a for�a e a convic�o de que queremos um Portugal mais justo, mais igualit�rio, mais incluso,mais verdadeiro, mais livre.

De acordo com os ideais de Abril.

Beijinhos

Natalie Afonseca disse...

Gostei deste teu desabafo :)

Mais! Mais! Mais! :P

irneh disse...

Olá Mochito!!

Muito sentimental. Mas, por isso mesmo, muito bonito. Espero que a nova caminhada seja mesmo para o caminho da alegria....

Beijitos

Sei que existes disse...

Passei para deixar um beijinho.

Eva Shanti disse...

Mochinho,

Foste nomeado!

Sabes que a tua amizade será sempre importante para mim.

Beijo grande

Girafa cor de rosa disse...

Viva mochito! Será que tenho a honra de aceitares um desafio lá no meu cantinho? Beijinhos.

C Valente disse...

Saudações amigas e bom domingo

Angela disse...

Deixar algo para trás desta forma é a certeza de que os novos espaços e tempos nos abrirão seus dias felizes. Não deve haver quem não receba com carinho alguém tão ternurento e doce como tu.
Já estou aqui imaginando seus caminhos e motivos... que sejam explêndidos e sempre iluminados por uma lua cheia na alma.

Blog Widget by LinkWithin